Descrição

O paraíso do mediterrâneo, berço de seis idiomas, das cores vibrantes de Almodóvar, Picasso e Salvador Dalí, da paella – que é bom de falar e melhor ainda de comer -, das indumentárias firmes e suas touradas, da arte cigana e a dança flamenca, do patrimônio histórico de suas ruas: Você está na Espanha, o país mais caliente que seu corpo (e apetite) irá testemunhar.

É pouco comum que você se sinta em casa estando em um lugar de muitas facetas, certo? Por aqui não é bem assim. Apesar de a cultura espanhola congestionar os olhos de quem a presencia, é só uma questão de tempo até você se acostumar e sorrir de volta aos encantos que esse país coleciona. Aliás, o seu grande diferencial está justamente em ser multi; mucho; exagerado. Tudo lá está em um tom acima.

Não se assuste se a cada nova comunidade que for visitar você se deparar com uma sonoridade um pouco diferente. É que a Espanha guarda em sua história a utilização de muitos dialetos e nenhum deles foi completamente descartado. Em Barcelona, o catalão é bem usual; o valenciano ainda é forte em Valência e algumas regiões ainda falam o galego. Os povos, apesar de diferentes em seus costumes e autonomias, são amistosos entre si e também com quem vem de fora.

A gastronomia espanhola pode ser sagrada, mas a hora da siesta é bem mais. Comer é uma das especialidades do povo castellano e os pratos de frutos do mar, os gazpachos, as tortilhas de patatas e as tapas não nos deixam mentir. Mas o que vem a seguir desta digestão toda vai muito além de pura tradição. É sono mesmo. Por volta das 16h, tudo e todos param para tirar um cochilo e recompor as energias.

E o mais importante é que imergir nesta viagem de cores e sabores é o ponto de partida mais valioso pra quem decide estudar o segundo idioma mais falado do planeta em seu país materno

Saiba mais

Idioma: espanhol (oficiais), porém em seu território são falados diversos dialetos, como o catalão (Catalunha), valenciano (Comunidade Valenciana) e euskera (País Basco).
Território: 505.954 km²
População: 47,8 milhões de habitantes (2016)
Moeda: euro (€)
Fuso horário: 5 horas a mais que o horário oficial de Brasília
Código telefônico: +34
Clima: O clima espanhol é predominantemente mediterrâneo, com verões secos e invernos com temperaturas equilibradas.  O país desfruta de mais de 3.000 horas de sol por ano, o que faz do verão espanhol um dos mais quentes da Europa.
Sistema de medidas: Sistema Internacional de Unidades (SI)
Voltagem: 220 V
Tipo de tomada:

Assim como sua cultura, a gastronomia espanhola é bastante diversificada com uma imensa quantidade de misturas e sabores. Os espanhóis dão muito valor a diferentes tipos de guisados e frutos do mar, mas os pratos típicos variam de região para região.  Porém, não importa o lugar que você esteja, pois com certeza uma delícia da culinária espanhola lhe espera!

Talvez o prato espanhol mais difundido ao redor do mundo é a famosa paella, feita com arroz, azeite e açafrão. Algumas receitas colocam corante no arroz para dar um tom alaranjado. Para decorar, colocam-se frutos do mar como camarão, lula, peixe ou polvo. O prato se popularizou tanto que vários países latino-americanos possuem as suas próprias receitas de paella.

Já que estamos falando de referências da gastronomia espanhola, temos que mencionar dos simples, porém não menos deliciosos, tapas e pinchos. Encontrados na maioria dos restaurantes espanhóis, eles são pequenas porções de aperitivos que vão muito bem acompanhados por uma cerveza bem gelada. Os pinchos são como são conhecidas as tapas do norte da Espanha, especialmente na província do País Basco. São tantas opções que muitas pessoas fazem das tapas e pinchos uma refeição principal!

Os brasileiros e os espanhóis possuem várias características em comum. Ambos são amistosos, hospitaleiros e gostam de uma boa festa. Porém há uma diferença que muitos brasileiros estranham assim que a fome aperta. Na Espanha, as pessoas costumam almoçar por volta das 15 horas e o jantar ocorre lá pelas 22h. Então para não passar fome em terras espanholas, certifique-se de fazer um lanchinho entre as refeições!

A diferença nos horários não fica restrita somente às refeições. Na Espanha, os comerciantes abrem suas lojas somente a partir de 10 horas da manhã. Essas diferenças de horários ocorrem porque os espanhóis tendem a dormir tarde e, por consequência, acordar tarde para realizar as atividades do dia.

Visto para turismo: obrigatório somente para períodos acima de 90 dias
Visto para estudante: obrigatório somente para períodos acima de 90 dias
Visto para Trabalho: obrigatório

Conheça nossos programas na África do Sul

Orçamento Personalizado

Monte o seu intercâmbio

  • Digite o número de semanas.