06out
ligado: 6 de outubro de 2016

Repleta de belos canais, uma arquitetura bem característica e uma variedade enooorme de atrações, o lugar realmente não deixa a desejar. Amsterdã, além de muito bonita, é considerada uma das cidades mais livres do mundo. Por ser plana e fácil de se locomover, alugar uma bicicleta e sair contemplando as belas paisagens será uma das melhores sensações que você já experimentou.

E já que a garupa será o seu novo motor, por que não conhecer a incrível ciclovia que brilha no escuro? Saindo do centro, localizada ao sul, na cidade de Eindhoven, a ciclovia foi inspirada na obra “A Noite Estrelada” do saudoso pintor holandês Vincent Van Gogh. Ligando arte e tecnologia atreladas ao ciclismo, as peças são feitas de material especial que trazem pequenas luzes LED (alimentadas por energia solar).  Ao cair da noite, a rota se ilumina e um efeito explêndido surge no chão. É como pedalar sobre a aurora boreal.

E por falar em Van Gogh, é ele o pintor mais aclamado da região. Portanto, se você está em Amsterdã, precisa marcar presença no Museu Van Gogh, localizada na área do Museumplein, onde tem a maior concentração de museus da cidade, incluindo a escultura “Iamsterdam”. Além de ser um lugar interessantíssimo, é uma oportunidade única de ver, analisar e “viajar” com as obras, imaginação e história deste artista, um dos mais valorizados do meio.

Extremamente organizada, a curadoria com as invenções de Gogh está distribuída cronologicamente, sendo possível acompanhar toda a sua evolução nos cinco períodos que representam as diferentes fases de sua vida e trabalho: Países Baixos, Paris, Arles, Saint-Remy e Auvers-sur-Oise. É um dos pontos turísticos mais procurados do continente europeu, então, se antecipe com o ingresso.

CURIOSIDADE

Não perca a chance de fazer um passeio de barco e relaxe vendo Amsterdã de outros ângulos, também conhecida como a cidade da cervejaria Heineken e das passagens inusitadas da Rua Vermelha, onde diversas garotas de programa são exibidas em vitrines. O curioso é que elas não permitem serem fotografadas e, como a prostituição é legalizada no país, não há nenhuma cultura de abnegação sobre isso.

Deixar comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *